Tunatic

Tunatic b 1.0.1

Use o microfone do computador para identificar músicas

Você acorda de manhã bem cedo e escuta uma canção no rádio. Nem presta muita atenção, mas a música já não sai mais da sua cabeça durante dias. E você nem sabe o título! O Tunatic é uma excelente ajuda para acabar com essa obsessão. O programa "ouve" um trecho da música e identifica de um jeito fácil e rápido. Ler descrição completa

PRÓS

  • Fácil de usar
  • Atualizações frequentes do banco de dados

CONTRAS

  • Não encontra todas as músicas
  • Poucas referências de música brasileira

Razoável
6

Você acorda de manhã bem cedo e escuta uma canção no rádio. Nem presta muita atenção, mas a música já não sai mais da sua cabeça durante dias. E você nem sabe o título! O Tunatic é uma excelente ajuda para acabar com essa obsessão. O programa "ouve" um trecho da música e identifica de um jeito fácil e rápido.

Coloque a música para tocar, seja no rádio ou no seu aparelho de som. Depois, abra o Tunatic e use o microfone para que o computador ouça a música que você deseja verificar.

Comparação

O Tunatic vai no banco de dados interno e verifica se algum elemento coincide. Uma vez identificado, basta clicar para ver todos os dados disponíveis sobre a peça. Nome da música e do artista, letras, links para baixar ou comprar o CD...

Acabe com a tortura de cantarolar música irreconhecível para os amigos. Com o Tunatic você obtém na hora todas as informações sobre a canção. Você vai gostar mesmo do programa. E os seus amigos ainda mais!

Tunatic

Download

Tunatic b 1.0.1

— Opinião usuários — sobre Tunatic

  • iechinaider

    por iechinaider

    "Usar sem microfone."

    Ótimo programa. algumas pessoas não sabem, mas também é possível descobrir o nome de uma música reproduzida no pc sem a ... Mais.

    escrito em 26 de dezembro de 2010

  • tuningfurious8

    por tuningfurious8

    "tunatic sem microfone"

    se vc quizer tambem da pra usar o tunatic sem precisar usar um microfone 1- voçe baixa o audacity e instala no pc ... Mais.

    escrito em 4 de novembro de 2009